DESTINO: LITORAL NORDESTINO

Atualizado: 21 de jun. de 2021

Em nosso último post sobre os destinos que percorremos, concluímos com alegria nossa travessia do Rio São Francisco em um capítulo muito especial que chamamos carinhosamente de: Velho Chico - da nascente à foz.


Agora avistávamos em nossa frente, pela primeira vez embarcados em nossa casa itinerante, o oceano o que, definitivamente, marcava um novo desafio em meio a areia, dunas, maresia, vento, mangues e falésias...

O roteiro brasileiro mais conhecido, cobiçado e comentado, muito provavelmente, ainda seja o litoral nordestino.


Então o que de NOVO escrever sobre esta região do país?



Ora, estamos falando sobre 9 diferentes estados brasileiros com uma faixa litorânea de praticamente 4.000 quilômetros em sua maioria conectados por estradas federais. Como não ser assunto de uma viagem de carro?

Prato cheio para histórias, paisagens, encontros e descobertas que fizemos em praticamente dois meses partindo de Piaçabuçu no Alagoas e chegando até Barreirinhas no Maranhão.


A primeira impressão logo que nos deparamos com as praias alagoanas foi de que tudo o que conhecíamos sobre litoral seria redefinido naquele mesmo momento, começando pela coloração do mar

Nunca havíamos visto algo semelhante: o azul daquela água era muito mais claro e quase sempre observávamos sombras de corais a poucos metros da areia. Uma caminhada mar adentro era possível e inclusive super recomendável.


Neste contexto, todas as informações sobre condições da maré durante cada hora do dia eram assuntos cada vez mais em alta.


Afinal um dia, quem sabe, poderíamos querer explorar o terreno também de carro, certo?



No litoral nordestino tivemos ótimas oportunidades de praticar o "camping selvagem", além de nos estabelecermos em alguns "ponto de apoio" com estrutura de banheiro, água e/ou energia.


Colecionamos hospedagens inusitadas nesse trecho sendo: 5 quiosques/restaurantes, 3 estacionamentos de pousada, 1 estacionamento convencional de carros, além de 2 locais sem estrutura complementar nenhuma.


Quando optávamos por utilizar os pontos de apoio, negociávamos um valor diário (R$15-25/carro) para utilizar as dependências ou simplesmente marcávamos de comer um belo almoço, jantar ou lanche no local

Aproveitamos para agradecer aos donos desses estabelecimentos que entenderam (depois de alguns minutos de testa franzida, olhares e perguntas) nossa real intenção de utilizar o local como apoio durante nossa jornada.



Um dos motivos para intensificarmos estas modalidades foi a baixa disponibilidade de campings nos trechos percorridos, principalmente em praias conhecidas com setor hoteleiro bem estruturado.



A Vila de Jericoacoara no Ceará ou Porto de Galinhas no Pernambuco estão organizadas para receber turistas de todas as partes do mundo através dos aeroportos e conduzi-los para resorts, hotéis, bares e restaurantes conceituados. Viajantes de motorhome não são exatamente as prioridades de atendimento e infraestrutura

Obviamente que a vista em alguns lugares era a principal motivação para ficarmos o mais próximo possível do mar. Em Conde/PB por exemplo, estacionamos logo em cima das falésias (com a segurança necessária para não desmoronarmos junto com os paredões de areia) só para acordar bem cedo com aquela vista.


Na península de Galinhos/RN nos dirigimos prontamente até o Farol (ainda bem pintado de branco e vermelho) localizado em uma das pontas da praia onde se formavam diariamente piscinas naturais rasas na parte da manhã.



Na pequena faixa de litoral do Piauí encontramos um ótimo local logo atrás de alguns pequenos "quiosques" que eram utilizados pelos pescadores para guardar apetrechos de pesca e equipamentos para manutenção dos barcos. Tornaram-se locais seguros para nos resguardarmos do sol e prepararmos as refeições durante nossos dias acolhidos por ali.


Compartilhamos abaixo a lista das cidades que nos "hospedamos" para você já se situar:



Onde ficamos durante o roteiro do Litoral nordestino?


ALAGOAS:

+ Piaçabuçu

+ Pontal do Peba

+ Maragogi (Praia de Peroba)


PERNAMBUCO:

+ Ipojuca (Praia de Maracaípe)

+ Olinda


PARAÍBA:

+ Conde (Praia de Tambaba)

+ Baía da Traição


RIO GRANDE DO NORTE:

+ Baía Formosa

+ Tibau do Sul (Praia de Pipa)

+ Natal

+ São Miguel do Gostoso

+ Galinhos

+ Tibau


CEARÁ:

+ Canoa Quebrada

+ Fortaleza

+ Itapipoca (Praia da Baleia)

+ Jijoca de Jericoacoara (Lagoa do Paraíso)

+ Jijoca de Jericoacoara (Vila de Jericoacoara)


PIAUÍ:

+ Barra Grande


MARANHÃO:

+ Tutoia

+ Barreirinhas (Comunidade de Atins)



Finalizamos essa importante etapa de nossos roteiros pelo Brasil na comunidade de Atins (Barreirinhas/MA) em um cenário parecido com o que começamos: entre o rio e o mar. Agora não era mais o gigante e complexo Rio São Francisco, mas sim o tranquilo Rio Preguiça.


Desta vez, nos "dessalgamos" completamente daqueles meses lado a lado com o mar para seguirmos novos caminhos pelo interior no sentido da região Norte e Centro Oeste.


Muito em breve destacaremos em detalhes as praias e estados que mais gostamos nos 3.844 km percorridos em meio ao Litoral nordestino.



COMENTE, PERGUNTE, DÊ SUA SUGESTÃO!!!


SINTA-SE À VONTADE AQUI NO "BLOG TO BE WILD"

89 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo